Notícias › 11/06/2019

25 mil crianças peregrinam à Fátima e são convidadas a construir “capelinhas em suas casas”

O Santuário de Fátima, em Portugal, acolheu na segunda-feira, 10 de junho, cerca de 25 mil crianças de todo o país, que peregrinaram até a Cova da Iria e recordaram o centenário da construção da Capelinha das Aparições.

Os pequenos participaram da Peregrinação das Crianças, que acontece anualmente há mais de quatro décadas. Neste ano do centenário da construção da Capelinha das Aparições, a Peregrinação das Crianças teve como tema o pedido que Nossa Senhora deixou aos Pastorinhos na aparição de outubro de 1917: “Façam aqui uma capela”.

A Missa foi presidida pelo Bispo Auxiliar do Porto, Dom Armando Esteves Domingues, o qual recordou o pedido feito pela Virgem Maria aos pastorinhos e exortou os peregrinos a construírem uma capelinha também em suas casas.

“Passaram 100 anos e, como os três pequenos pastores vieram em caminhada a este lugar, também nós cá estamos, vindos de longe e de todos os lugares, para escutar esta mesma frase, como se a Mãe do Céu estivesse a repetir a cada um de nós ‘quero pedir que faças uma capela em minha honra’”, disse o Prelado, segundo o site do Santuário de Fátima

Segundo ele, “quando chegamos a este Recinto, instintivamente, não paramos na entrada da Basílica… Os nossos passos levam-nos até à Capelinha, esse lugar de encanto, o lugar da Mãe, o lugar de um regaço que nos acolhe com carinho, onde o mapa da vida fica mais colorido, onde a ternura de uma mãe dá sentido aos nossos passos, mesmo aos mais difíceis e dolorosos”.

Dom Domingues assinalou que um dos âmbitos da Capelinha das Aparições foi o de “fazer santos como os Pastorinhos, que em casa continuavam a viver esta amizade, ao querer o mundo sem pecados nem guerras nem divisões”.

Nesse sentido, expressou o desejo de que todos saíssem da peregrinação “construtores”, pois, para “sermos peregrinos toda a vida, precisaremos sempre de um espaço especial como é esta Capelinha, para rezarmos nas nossas casas”.

Assim, convidou os peregrinos presentes a “tornar mais belo o cantinho de oração de sua casa, como se fosse uma pequena capela, tal como Nossa Senhora pediu”.

“Não são precisas pedras, nem telhas, nem ferro. Basta os quatro pilares: aprender, ser amigos e partilhar, assíduos à comunhão do pão e do vinho, do Corpo e Sangue de Cristo, e à oração. Pilares fáceis para esse cantinho, para que lembre sempre esta vossa bela peregrinação, 100 anos após o pedido para que se construísse esta capela”, completou.

Por sua vez, o Bispo de Leiria-Fátima, Cardeal António Marto, dirigiu uma saudação às crianças, mas quais disse que levaram ao Santuário “muito encanto, muita beleza e muita alegria”. O Purpurado também as pediu para “rezar pela paz no mundo, nas famílias e entre todos os povos”. “Rezem pelos doentes, por todos aqueles que mais sofrem, os portadores de deficiência, os que vivem sós e abandonados, os presos, os refugiados”, lembrou.

Segundo o Santuário de Fátima, participaram da Peregrinação 25 mil crianças da maioria das dioceses de Portugal, 150 mil peregrinos e 102 sacerdotes.

Via ACI Digital

Print This Post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comunidade Católica Mar a Dentro – Discípulos e Ministros da Obediência e da Paz
E-mail: maradentro@maradentro.com.br ✺ Tel: (+ 55) 17 – 3222-4436

Copyright 2019 © Todos os direitos reservados