Cada vez que lemos o Evangelho, encontramos Jesus

pantocrator recorteDentre os diversos tesouros da Igreja, há um que ocupa, sem dúvida nenhuma, um lugar de fundamental destaque: a Palavra de Deus. A Igreja nos ensina que na Bíblia, o Pai vem amorosamente ao encontro de Seus filhos, vem conversar com eles; e é tão grande a força e a virtude da palavra de Deus que ela se torna o apoio firme da Igreja, a solidez da fé para os filhos da Igreja, o alimento da alma, a fonte pura e perene da vida espiritual (cf. Dei Verbum, 21).

Justamente por isso é que os Padres da Igreja ensinam que o fiel se serve de duas mesas preparadas pelo Pai: a mesa da Eucaristia e a Mesa da Palavra. O Pão da Vida, portanto, nos chega por meio destas duas mesas, e nutridos à mesa da Palavra e da Eucaristia é que podemos testemunhar em palavras e obras que somos filhos de Deus, discípulos de Seu Filho. A Carta aos Hebreus nos diz que “a Palavra de Deus é viva, eficaz, mais penetrante do que uma espada de dois gumes e atinge até a divisão da alma e do corpo, das juntas e medulas, e discerne os pensamentos e intenções do coração” (Hb 4,12). É diante da Palavra de Deus que devemos nos colocar, para que ela nos ajude a discernir o que é bom e justo, nos auxilie a conhecermos melhor a nós mesmos e a Deus, nos torne disponíveis ao diálogo com os irmãos, e conforme o nosso coração segundo o coração de Jesus Cristo.

Na realidade, receber a Palavra de Deus é receber o próprio Cristo, porque ele está em Sua Palavra. Recentemente o Papa Francisco nos recordou que “cada vez que lemos o Evangelho, encontramos Jesus”. Porém como receber esta Palavra? O próprio Papa nos responde que devemos acolher a Palavra com o coração aberto, humilde, com o espírito das Bem-aventuranças, porque Jesus veio assim, em humildade; veio em pobreza.

palavra de deus tercoInfelizmente, sabemos que hoje em dia, a Palavra de Deus parece estar cada vez mais distante dos lares cristãos, do seio das famílias, dos lábios dos batizados, dos corações dos filhos e filhas de Deus. Alguns ainda pensam que é uma obrigação apenas para padres e consagrados, outros que basta ouvi-la na missa, outros ainda se defendem dizendo que não têm tempo. Ora, se não preenchemos o nosso coração com as palavras que nos vem de Deus, como nossa boca vai proclamar Suas maravilhas? Se não nos deixamos iluminar pela Sua sabedoria, como nos tornaremos luz para o mundo? A Palavra de Deus é elemento indispensável da vida de todo e qualquer cristão, seja qual for sua vocação dentro da Igreja!

É necessário, portanto, que retomemos o hábito de ler a Palavra de Deus, seja pessoalmente ou, mais ainda, em família. Hoje, nem mesmo encontramos a Sagrada Escritura nos lares cristãos, porém toda família deveria ter uma Bíblia, para a lerem juntos, em espírito de oração, e assim conhecer o que o Senhor quer nos falar. Ler a Palavra de Deus significa educar o coração para ouvir e acolher a vontade divina, pois a Palavra divina introduz cada um de nós no diálogo com o Senhor: o Deus que nos fala, e nos ensina como podemos falar com Ele. (cf. Verbum Domini, 24).

O Papa Francisco nos provoca ainda perguntando: “Eu seria capaz de comprar um pequeno Evangelho (é barato!), levá-lo comigo no bolso e quando puder, durante o dia, ler uma passagem, para encontrar Jesus?”. Qual a sua resposta?

Antônio Dilben Rabelo Fleming
Fundador e Moderador Geral da Comunidade Católica Mar a Dentro

Print This Post

2 respostas para “Cada vez que lemos o Evangelho, encontramos Jesus”

  1. Aparecida do c. m. de souza disse:

    Sim, eu seria, porque né muito confortador.

  2. Aparecida do c. m. de souza disse:

    “CADA VEZ QUE LEMOS O EVANGELHO, ENCONTRAMOS JESUS”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comunidade Católica Mar a Dentro – Discípulos e Ministros da Obediência e da Paz
E-mail: maradentro@maradentro.com.br ✺ Tel: (+ 55) 17 – 3222-4436

Copyright 2017 © Todos os direitos reservados