As virtudes de Maria

Vamos nos preparar para a JMJ do Panamá?
Com Maria, avançamos ‘mar a dentro’ rumo à JMJ 2019

Outubro de 2017

 “Naqueles dias, Maria partiu apressadamente
para a região montanhosa,
dirigindo-se a uma cidade de Judá.
Ela entrou na casa de Zacarias e saudou Isabel.
Quando Isabel ouviu a saudação de Maria,
a criança pulou de alegria em seu ventre,
e Isabel ficou repleta do Espírito Santo.” 
Lc 1,39-41

 Assim inicia o evangelho que narra a visita de Nossa Senhora a sua prima Isabel. Uma atitude da Virgem Maria que pode falar muito para aqueles que desejam tê-la como um espelho de virtudes. É admirável a reação dessa jovem! Uma reação que revela com clareza que, certamente, ela tem uma alma missionária: corajosa, decidida, solícita, atenta e terna. De fato, a Sabedoria habita nesse coração!

Em Maria podemos contemplar a nossa própria vocação à santidade e o quanto essa vocação se desdobra em missão. Olhando para ela descubro quem eu sou e quem Deus me chama a ser. Vamos, então, olhar um pouco para os passos da Mãe de Deus!

Em Maria, vemos ao menos três virtudes, que a revelam como jovem missionaria do Pai: o acolhimento, a ação, e a alegria.

No início de toda a missão há um chamado, e Maria foi chamada por Deus, através do anjo, dizendo SIM ao chamado. Isso significa que na escuta atenta à Palavra de Deus, ela ACOLHEU a Vontade divina. Esse acolhimento consentiu que o Espírito Santo gerasse, nela, Jesus. Vocação é vida que se move, que segue o seu curso e se transforma. Porém, para isso, é necessária outra virtude, uma AÇÃO decidida e corajosa que parte do coração generoso que assume com determinação a vocação e suas consequências.

Maria agiu: “partiu apressadamente”, imediatamente, para prestar auxilio, para transbordar sua vocação, para realizar sua missão. A pressa de fazer a vontade de Deus e de atender a necessidade do outro requer, como diria Santa Teresa d’Ávila, uma “determinada determinação” em fazer a Vontade de Deus. Significa saber onde se quer e se precisa chegar: onde está o outro, onde está Deus! E ainda, como Maria, para realizarmos nossa missão de batizados, homens e mulheres, jovens e adultos cheios da graça de Deus, precisamos percorrer um espaço longo, montanhoso, às vezes pedregoso e íngreme, que exige esforço de nossa parte: é o sair de nós mesmos na direção do outro, na direção de Deus.

Nesse caminho certamente encontramos muitos atrativos. A jovem Maria também deve ter passado por muitas coisas bonitas e atraentes nesse caminho de montanhas até Judá, mas a determinação em se alcançar um objetivo a fez correr com pressa para alcançá-lo. Essa determinação e pressa em cada um de nós vão nos ajudar a não retardar, não “deixar para amanhã”, ou até mesmo cancelar nossa caminhada, devido às distrações encantadoras e sedutoras do meio do caminho…

O acolhimento e ação generosa e pronta de Maria, a conduziu a uma terceira virtude que contemplaremos agora: a ALEGRIA!!! Maria é portadora de uma alegria sem fim! Alegria de quem é pronto para acolher o chamado, alegria de quem é generoso o suficiente para sair de si e ir ao encontro do outro, alegria de quem é determinado em cumprir a vontade de Deus, alegria de quem tem o coração apaixonado pela missão que o próprio Deus lhe confia!

O cumprimento desta missão de Maria – mais do que prestar auxilio a uma idosa que estava grávida – foi levar o próprio Senhor que estava em seu ventre. Foi então que a alegria transbordou: transbordou alegria no coração de João Batista, de Isabel e de Maria. Essa foi a missão que Maria pôde visualizar com seus olhos naquele momento, mas a missão do Pai para ela ia muito além do que todos ali, naquele momento, podiam imaginar. Maria levou Jesus, a Salvação, para toda a humanidade, para cada homem e mulher de todas as gerações, para mim e para você.

Quão grandiosa também não deve ser a sua missão, meu querido jovem!!! Já parou para pensar nisso? A jovem Maria não parou para pensar muito, mas reconhecendo a voz de Deus, acolheu, partiu, e se alegrou! Assumiu com propriedade sua missão, e nos deu Jesus!

O Espirito Santo gera Jesus em cada um de nós. E Jesus quer se dar, e tocar, e alegrar tantos outros através de nós, através de mim e de você. Então, sigamos em frente! Não percamos de vista a nossa missão e aonde queremos chegar – onde Deus nos fez para chegarmos. As distrações do caminho não são nada comparadas com a alegria plena daquele e daquela que gastam todo o seu “perfume”, a sua juventude, que dão o melhor de si para cumprir sua missão, de ir até os confins do mundo se for preciso, para levar Jesus aonde ele quer ser levado.

Morgana Colombo Nadin
Superiora da Missão do Rio de Janeiro

Clique aqui para baixar esta formação

Print This Post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comunidade Católica Mar a Dentro – Discípulos e Ministros da Obediência e da Paz
E-mail: maradentro@maradentro.com.br ✺ Tel: (+ 55) 17 – 3222-4436

Copyright 2017 © Todos os direitos reservados