Assim educam os santos: Luís e Zélia Martin, pais de Santa Teresinha

CapturarNo dia 18 de outubro, durante o Sínodo da Família, o Papa Francisco vai proclamar santos os pais de Santa Teresinha do Menino Jesus. É um acontecimento da Igreja doméstica, onde todos nós somos convidados a fixar o nosso olhar numa família autenticamente cristã, que soube viver o Evangelho no seu tempo, educar as suas filhas no amor a Deus, no amor à Igreja e no anúncio do Evangelho. Nesses tempos em que se fala de família, num sentido muitas vezes ambíguo, pluralístico e confusionário, nada de melhor que redescobrir, à luz dos santos, o verdadeiro sentido da família.

SantaTeresinhaFamília A família não é o conjunto de pessoas que transforma uma casa “num hotel, num albergue”, mas, como diz o Concílio Vaticano II, uma pequena Igreja doméstica, onde se vive a plenitude do amor. A santidade não é uma vocação de poucas pessoas, mas de todo batizado, e ela floresce na vida de consagração religiosa, na vida conjugal, sacerdotal. Em todas as vocações deve manifestar-se a grandeza e a bondade de Deus. A história dos pais de Santa Teresinha, Luís Martin e Zélia Guérin é uma aventura humana e a manifestação de um projeto de Deus. Os dois desejavam ser religiosos, mas Deus tinha outro projeto, queria que eles formassem uma família e que fossem educadores de santos. Mas como educaram os pais de santa Teresinha as suas filhas, que assumiram todas a vida religiosa? Diria que são três os  caminhos pedagógicos que eles usaram:

1 – O exemplo Luís e Zélia Guérin manifestaram numa maneira visível, concreta, diante das filhas e da sociedade do seu tempo, que se queriam muito bem, que se amavam verdadeiramente, embora tivessem caráteres diferentes. O amor não é ser xerox dos outros, mas manter a própria identidade, superando as diferenças através da compreensão, do perdão e do amor. Teresinha, na História de uma alma nos fala com veneração e respeito de seus pais e nos apresenta como verdadeiros santos. O exemplo é a evangelização mais forte diante da qual ninguém pode resistir por muito tempo.

2 – A catequese É interessante notar como os pais de Santa Teresinha souberam transmitir na família o Evangelho através das leituras, participando da vida da Igreja, abrindo as portas da própria casa para os pobres e, principalmente, ajudando a compreender a importância da Palavra de Deus e da prática sacramental, os pais que todos os dias iam à Igreja às cinco da manhã para participar da primeira missa paroquial. Os pais são os primeiros evangelizadores e catequistas nas famílias. Hoje as famílias precisam redescobrir esse espaço sagrado de evangelização e de comunhão.

3 – O amor É muito interessante ler as cartas de Zélia Guérin, ler a História de uma alma e os outros documentos da família e notar como o amor humano e teologal é a grande força que une e ajuda a superar as dificuldades, os sofrimentos, as perdas inevitáveis em toda família. O centro da família não pode ser as coisas, os meios de comunicação de hoje, o dinheiro, mas o amor. Quando se ama e nos sentimos amados, percebemos a beleza de ser família.

Genitori-S-TeresinaA canonização dos pais de Santa Teresinha deveria colocar uma pergunta a todos os pais: Como educar hoje os próprios filhos? É suficiente uma pedagogia e uma psicologia feita de ideias e carente de exemplos? Como ensinar que o amor conjugal não é feito de sentimentos, mas de amor e acolhida e de perdão? É possível educar os filhos hoje sem apresentar como modelo “as famílias santas”, começando pela família de Nazaré e por tantas famílias anônimas que vivem verdadeiramente a dimensão do amor e da alegria que sempre está unida à cruz.

Que o exemplo dos pais de Santa Teresinha possa iluminar todas as famílias do Brasil e do mundo.

Frei Patrício Sciadini, OCD

Print This Post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comunidade Católica Mar a Dentro – Discípulos e Ministros da Obediência e da Paz
E-mail: maradentro@maradentro.com.br ✺ Tel: (+ 55) 17 – 3222-4436

Copyright 2017 © Todos os direitos reservados