Comunidade Católica Mar a Dentro

Notícias › 19/02/2021

Como serão as celebrações da Semana Santa 2021

A Congregação para o Culto Divino divulgou novas normas para as celebrações da Semana Santa 2021. As novas regras, que foram enviadas aos bispos e conferências episcopais do mundo inteiro, seguem as medidas restritivas da pandemia do coronavírus.

Semana Santa nas redes sociais

A Congregação defende a permanência do esforço máximo em transmitir todas as celebrações da Semana Santa 2021 pela internet e pelas redes sociais. Trata-se, de fato, de uma maneira de possibilitar a participação de mais fiéis. Vale lembrar que as igrejas, por causa da pandemia, precisam ter um número reduzido de devotos para, assim, evitar aglomerações.

Diz a nota:

“Para as celebrações da Semana Santa sugere-se facilitar e privilegiar a difusão midiática das celebrações presididas pelo bispo, encorajando os fiéis impossibilitados de frequentar a própria igreja a acompanharem as celebrações diocesanas, como sinal de unidade”.

O documento ainda alerta que é preciso que os celebrantes prestem “atenção a alguns momentos e gestos particulares, em conformidade com as exigências sanitárias”.

Domingo de Ramos

Conforme afirma o decreto do Dicastério, publicado em 25 de março passado e que continua valendo, a celebração do Domingo de Ramos deverá ser realizada “dentro do prédio sagrado”.

Sobre a Missa do Crisma, os bispos podem, dependendo da situação do país, indicar uma possível transferência de data.

Quinta-feira Santa

Para a Quinta-feira Santa os celebrantes devem omitir o “Lava-pés”. A Procissão final também não deverá ocorrer e o Santíssimo Sacramento deverá permanecer no Tabernáculo. Excepcionalmente, os presbíteros poderão celebrar a Missa “sem a participação do povo, em local adequado”.

Sexta-feira Santa

Durante a oração universal da Sexta-feira Santa, caberá aos bispos “preparar uma intenção especial para quem se encontra em situação de desorientação, os doentes, os defuntos”.

A adoração à Cruz também sofreu mudanças. O beijo, conforme o decreto de 25 de março de 2020, “é limitado apenas ao celebrante”.

Vigília Pascal

Pede-se a celebração da Vigília Pascal e do Domingo de Páscoa “exclusivamente nas igrejas Catedrais e Paroquiais”. Além disso, para a  liturgia batismal será preciso que “se mantenha apenas a renovação das promessas batismais”.

Fonte: Vatican News / Imagem: Reprodução web

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.

maradentro@maradentro.com.br

(+55) 17 3222-4436

Newsletter

Receba as notícias no seu e-mail