Comunidade Católica Mar a Dentro

Dom Orani visita catacumba de São Sebastião e sua igreja titular em Roma

missa nas catacumbasEm seu último dia em Roma, o cardeal Orani João Tempesta presidiu uma missa nas catacumbas de São Sebastião e rezou o Ângelus na paróquia romana em que é titular pelo cardinalato, a Igreja Santa Maria Mãe da Providência, no bairro de Monteverde, nesta segunda-feira, dia 24 de fevereiro.

Ao chegar à catacumba do padroeiro da Arquidiocese do Rio de Janeiro, Dom Orani rezou diante do altar onde estão as relíquias do mártir. O padre Francisco Reinaldo, estudante do Colégio Pio Brasileiro, conduziu a oração do Santo Terço antes da missa da Basílica de São Sebastião Fora dos Muros.

Os bispos da Arquidiocese do Rio Dom Assis Lopes, Dom Paulo César Costa, Dom Antônio Augusto Dias Duarte, Dom Roque Costa Souza e Dom Luiz Henrique da Silva Brito, estavam presentes com o cardeal, que contou ainda com a presença do bispo da Diocese de Barretos (SP), Dom Edmilson Caetano. Muitos padres da arquidiocese e de diferentes regiões do Brasil, além da família do recém criado cardeal, e muitos amigos participaram da celebração.

 missa nas catacumbas 5No início da missa, Dom Orani agradeceu ao frei Horácio e aos frades da basílica pela acolhida e à Dom Roque, que presidiu a comissão que organizou a sua viagem. Ele também se disse grato a todos os peregrinos que o acompanharam até o local do padroeiro dos cariocas, lugar que tradicionalmente recebe a visita do arcebispo quando está em Roma. “Estamos aqui para mais uma vez agradecer a Deus por essa benevolência de me criar cardeal”, indicou a intenção especial do dia.

 Na homilia da sua primeira missa presidida como cardeal, Dom Orani reafirmou: “Todas as pessoas que convivem comigo também receberam o cardinalato comigo!”.

“Essas terras romanas nos recordam as pessoas que deram sua vida pela causa do Evangelho! Que cada um de nós possa renovar a fé!”, proclamou. Segundo ele, a ação do Espírito Santo faz olhar para Cruz e ver que ela não mata, mas fortalece.

missa nas catacumbas 3Ele também falou do grande exemplo de São Sebastião e de seu martírio em nossa busca para ser santos, já que “cada um de nós é chamado a viver uma vida de santidade”. As palavras do Papa Francisco na homilia da missa com os novos cardeais foram reforçadas por Dom Orani, ao lembrar que o Colégio Cardinalício em que entrou não é uma corte ou os cardeais, príncipes, “mas, são Igreja e servos!”.

Dom Orani contou que a Basílica de São Sebastião já foi um mosteiro cisterciense, ordem religiosa a qual o arcebispo pertence, e tem um abade geral da congregação enterrado no local.

Toda a cidade do Rio foi colocada entre as intenções de oração. Antes de sair, Dom Orani fez questão de atender com carinho os peregrinos presentes e posar para fotos.

 Igreja Santa Maria Mãe da Providência

Após a Santa Missa, Dom Orani visitou a Igreja Santa Maria Mãe da Providência, no bairro de Monteverde, em Roma. O pároco da igreja que Dom Orani se tornou titular com o cardinalato, padre Alberto Orlando, acolheu o arcebispo e sua comitiva com alegria, e contou um pouco da rotina pastoral da comunidade.

Para Dom Orani, o título da Mãe da Providência é a oportunidade de lembrar “como Deus através de Maria, providencia tantas coisas em nossas vidas”.

Seguindo uma antiga tradição, todo aquele que é criado cardeal, passa a ser titular de uma Igreja, em Roma, na Itália. Nos próximos dias, a igreja exibirá o brasão e a sua foto do cardeal Tempesta em sua fachada.

 Volta ao Rio

Dom Orani viaja de volta ao Brasil ainda nesta segunda-feira, dia 24 de fevereiro, em embarque previsto para às 21h (horário local) e chegará à Cidade Maravilhosa na manhã de 25 de fevereiro.

Após a chegada ao Aeroporto Internacional Tom Jobim, o cardeal Tempesta seguirá em direção à Igreja Cristo Redentor, na Avenida Brasil, 4947, em Bonsucesso. No local, será feita uma cerimônia de acolhida, com momentos de orações e bênçãos. Consta na programação que será entregue um presente à comunidade das Missionárias da Caridade (Congregação fundada por Madre Teresa de Calcutá), por causa da ligação direta com atividades ligadas à caridade e o tema do Ano Arquidiocesano.

No mesmo dia, toda arquidiocese é convidada a render graças a Deus participando da Santa Missa, às 18h, na Catedral de São Sebastião. A concentração está marcada para às 17h45 na porta da Catedral, onde o arcebispo será recepcionado pelo governo arquidiocesano: bispos auxiliares, cabido metropolitano e vigários episcopais. Antes da celebração, haverá um momento de meditação mariana.

Fonte: arqrio.org

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.

maradentro@maradentro.com.br

(+55) 17 3222-4436

Newsletter

Receba as notícias no seu e-mail