Comunidade Católica Mar a Dentro

Festa da Divina Misericórdia 2013 em Iturama

Com cânticos e louvores à Divina Misericórdia iniciou-se nosso dia 07 de abril, com jovens, crianças, adultos reunidos em atividades organizadas para que todos pudessem acolher a oferta do Nosso Senhor de seu amor incondicional.

O Pe. Douglas Cardoso Metran (co-fundador e formador geral) e Pe. José Carlos Alexandre da Silva (nosso diretor espiritual) atenderam as confissões, levando através do sacramento da penitência a misericórdia a todos que desejavam. Além disso, alguns membros da Comunidade de Vida e Aliança ficaram disponíveis durante todo o dia para os atendimentos de oração pessoal.

Contamos com os nossos jovens que se alternaram, cuidando das crianças e participando das orações e palestras. Eles também proporcionaram atividades para os adolescentes, levando também estes a uma experiência da misericórdia. Foram momentos muito alegres e de grande comunhão.

Durante uma colocação, Pe. Douglas lembrava as palavras de Santo Agostinho: “Inquieto está o meu coração enquanto não repousar em ti, Senhor”, levando a refletir sobre onde temos buscado saciar nossa inquietação. Propôs assumir o sofrimento, que nos torna mais humildes e humanos.

Caminhando como peregrinos, levando o quadro da Divina Misericórdia em procissão, fomos refletindo sobre os pedidos que Jesus fez a Santa Faustina, expressos na Novena e rezando, a cada parada, uma dezena do terço. Finalizamos com a Santa Missa, presidida pelo Pe. Douglas, na qual mencionou a misericórdia vivenciada por Santa Teresinha do Menino Jesus, que orava por um assassino.

Durante a missa, houve uma apresentação, na qual uma adolescente, que representava Santa Faustina, cantava as misericórdias do Senhor, despertando o encanto e a simpatia de todos que testemunhavam as graças recebidas através do louvor.

Após a benção final houve distribuição de rosas abençoadas, para que todos levassem para suas casas, famílias e enfermos, os sinais da Misericórdia do Senhor, que é eterna.

Ao final do dia fomos procurados por uma senhora que deixou-nos o testemunho de uma graça alcançada. Durante a homilia, ao ouvir falar que Santa Teresinha rezava pedindo a salvação de um assassino, ela também o fez por um amigo seu que falecera este ano, e ficou sensibilizada crendo que o Senhor também concedeu a misericórdia a esse amigo. Assim ela testemunhava que o Senhor respondeu às suas preces por meio da homilia, nesta Festa da Divina Misericórdia.

Mônica Perroni Lopes
Casa de Nazaré

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.

maradentro@maradentro.com.br

(+55) 17 3222-4436

Newsletter

Receba as notícias no seu e-mail